Editoras brasileiras mostram seu potencial na Feira Internacional do Livro de Guadalajara

Editoras brasileiras mostram seu potencial na Feira Internacional do Livro de Guadalajara

Editoras brasileiras mostram seu potencial na Feira Internacional do Livro de Guadalajara

A Feira do Livro de Guadalajara, que acontece desde o último dia 30/11, estendendo-se até domingo, 8/12, é a maior entre as nações hispano-americanas. São cerca de dois mil expositores, de mais de 40 países, e 700 mil visitantes.

Fundada há 27 anos pela Universidad de Guadalajara, a Feira é realizada no Centro de Exposições da cidade e sempre conta com um país homenageado. Este ano, o convidado de honra é Israel. O Brasil também já recebeu esta láurea em 2011.

A participação das editoras brasileiras em Guadalajara foi organizada pelo projeto Brazilian Publishers (BP), uma parceria da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Segundo a presidente da CBL, Karine Pansa, este é um evento importante para os interessados em difundir suas publicações em língua espanhola. “O Brazilian Publishers vem trabalhando firmemente para que as editoras aproveitem ao máximo sua participação na Feira”, diz Karine. A DSOP, uma das editoras brasileiras que estão no México, já está colhendo os frutos de sua presença. Participou de uma licitação pública no país vizinho Guatemala e conseguiu emplacar dois livros na área de desenvolvimento pessoal: a “Escolha Certa” e “Teu dinheiro não tem segredo”. Para cada título, foram comprados 17 mil unidades. Estes mesmos livros foram negociados pela DSOP com Piedra Santa Editorial, também da Guatemala.

As editoras brasileiras presentes este ano na Feira de Guadalajara são as seguintes: Callis, FTD, Cortez, Moderna, Girassol, Editora da Unesp, Global, Grupo GEN, DSOP, Autores Associados, HUB Editorial, Editora Atheneu, Casa dos Espíritos, Fama, Escala Educacional e Editora Lafonte.

 

Voltar
OKN Group