Notícias

A 24ª bienal Internacional do Livro de SP marca os 70 anos da CBL e integra o calendário de eventos

A 24ª bienal Internacional do Livro de SP marca os 70 anos da CBL e integra o calendário de eventos

São Paulo, setembro de 2016 – A Bienal Internacional do Livro de São Paulo, realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), encerra sua 24ª edição e se consolida como um dos maiores e mais relevantes eventos do mercado editorial do país, tendo recebido 684 mil visitantes ao longo de 10 dias. Este ano, a Bienal do Livro passa a fazer parte do calendário oficial de eventos da cidade de São Paulo, por meio de decreto do prefeito Fernando Haddad, anunciado na cerimônia de abertura.

 

Sob o tema “Histórias em Todos os Sentidos”, a Bienal Internacional do Livro propôs ao público vivenciar as diferentes histórias que acontecem dentro do evento, além de conferir as principais editoras, livrarias, distribuidoras, bate-papos e sessões de autógrafos. O grande homenageado deste ano foi Ignácio de Loyola Brandão, um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos, que completou 80 anos, vencedor várias vezes do Prêmio Jabuti e que recebeu recentemente o prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras.

 

Foram 13 espaços multiculturais ultrapassando 1300 horas de programação e presença de 388 autores nacionais e internacionais. Os visitantes puderam participar de palestras e debates com grandes nomes da literatura e personalidades, além de apresentações de música, teatro e dança.

 

Segundo Luis Antônio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro, os objetivos traçados para esta edição foram cumpridos. “Priorizamos a melhoria da experiência do visitante, realizando uma Bienal mais confortável, por exemplo, com retirada de senhas online para as sessões de autógrafos, ruas mais largas e aumento das praças de alimentação. Trouxemos também uma extensa programação multicultural que agradou aos diferentes tipos de leitores. Para os nossos expositores e patrocinadores, mostramos novamente a importância do evento como vitrine para suas marcas e produtos, atingindo diretamente o consumidor final”, destaca o executivo.

 

Parceiro da CBL já de longa data, na Bienal do Livro, o Sesc São Paulo vem contribuindo com a programação cultural por meio da curadoria do Salão de Ideias, do Auditório Edições Sesc e dos Espaços BiblioSesc. Segundo Marcos Lepíscopo, gerente das Edições Sesc, “conseguimos levar um pouco do que o Sesc já faz nas suas unidades para os visitantes da Bienal do Livro e o público respondeu muito bem à programação. Esses dez dias foram muito satisfatórios em termos de visitantes e do ponto de vista de venda de nossos produtos editoriais”.

 

Para Eduardo Saron, diretor do Itáu Cultural – também curador do Salão de Ideias e apoiador cultural – a Bienal do Livro consegue juntar negócios e cultura em um mesmo lugar. “O projeto da Bienal do Livro se reafirma como uma das ações mais estratégicas da arte e da cultura no Brasil. Na medida em que consegue unir as atividades artísticas, por meio de várias atrações, com a economia da cultura, ao trazer o que há de mais potente no mercado editorial brasileiro. Nesse sentido, o Itaú e o Itaú Cultural se sentem orgulhosos com essa parceria.”, afirma Saron.

 

Além da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, a Câmara Brasileira do Livro – CBL promove outras iniciativas para difundir, estimular o hábito da leitura e desenvolver e ampliar o mercado editorial, como: Prêmio Jabuti, Congresso do Livro Digital, Escola do Livro e Brazilian Publishers.

 

BALANÇO – 24ª BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DE SÃO PAULO EM NÚMEROS:

 

  • Investimento de R$34 milhões, mesmo valor de 2014
  • 1300 horas de programação
  • Expositores: 280, sendo 650 selos e 35 com países representados: Alemanha, China, Portugal, Japão e Itália.
  • 28 editores/escritores independentes na Travessa Literária
  • 388 atrações: 370 autores nacionais e 18 autores internacionais
  • Treze espaços culturais
    • Cozinhando com Palavras: 49 apresentações e 53 convidados
    • Arena Cultural: 30 mesas e 49 convidados
    • Salão de Ideias: 39 mesas e 97 convidados
    • Estande da Comissão para a Promoção de Conteúdo em Língua Portuguesa – o espaço de 120m² apresentou uma amostra da exposição Menas – o certo do errado e o errado do certo, do Museu da Língua Portuguesa, de 2010
    • Bibliosesc (Praça da Palavra e Praça da História): Cerca de 86 apresentações e 272 convidados
    • Auditório Edições Sesc São Paulo: 21 atividades e 52 convidados
    • Espaço Oficial Infantil – Mauricio de Sousa BIC:  500 com diversas atrações durante todo o período do evento
    • Espaço Ignácio de Loyola Brandão: 6 mesas e 16 convidados
    • Espaço Cordel e Repente: 85 atrações e 40 convidados
    • Arena de Autógrafos:  42 atrações
    • Espaço de Autógrafos 1 – Sergio Machado  – 24 atrações
    • Espaço de Autógrafos 2 – Jair Canizela – 14 atrações
    • Área total: 75 mil
    • Transporte: 40 ônibus gratuitos dos terminais Portuguesa-Tietê e Palmeiras-Barra Funda
    • Visitação escolar: 118 mil alunos, 1710 mil escolas

 

Fotos:
Para divulgação, confira as fotos da Bienal Internacional do Livro de São Paulo:

https://www.flickr.com/photos/77424025@N02/

 

 

Voltar
OKN Group