Notícias

Reajuste de 24% do papel terá impacto “significativo” nos livros

Reajuste de 24% do papel terá impacto “significativo” nos livros

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) manifestou-se contra o reajuste de mais de 24% do preço dopapel neste mês, anunciado pela Suzano Papel e Celulose e seguido pela International Paper, e, em cartas enviadas à Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) e à Associação Nacional dos Distribuidores de Papel (Andipa), externou “sua profunda preocupação com o reajuste“, que terá efeito dominó “nocivo”. Ao fim do documento, assinado pelo presidente Luís Antonio Torelli, a CBL pede que as associações intervenham junto aos associados e fabricantes de papel “a fim de que seja feita uma revisão desse reajuste, à luz do cenário nacional de desaceleração da economia, visando evitar um desequilíbrio preocupante do mercado neste momento”.

 

Voltar
OKN Group