Notícias

Torelli divulga Relatório de Gestão da CBL no 16º Salão do Livro da ABDL

Torelli divulga Relatório de Gestão da CBL no 16º Salão do Livro da ABDL

 Durante o 16º Salão de negócios da ABDL – Associação Brasileira da Difusão do Livro – que  aconteceu na cidade de Foz do Iguaçu, o presidente da CBL, Luís Antonio Torelli teve a oportunidade de entregar em mãos o Relatório de Gestão 2017 aos presidentes de entidades presentes no evento: Leandro Carvalho, presidente da ABDL, Bernardo Gurbanov, presidente da ANL (Associação Nacional de Livrarias) e Wander Soares, presidente da FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) que levantaram os pontos de maior destaque das ações realizadas pela Câmara e o bom trabalho da atual gestão.

“Em relação ao relatório de atividades da CBL e da plataforma de trabalho queria comentar que vejo com muita satisfação que um dos pontos elencados como um dos sete pontos principais é de dinamização e cooperação. Isto é um ponto fundamental para o bom diálogo entre as entidades do setor. Na ANL também compartilhamos essa postura, dialogamos permanentemente com as entidades, participamos, trocamos ideias e é essa comunicação é que sai a atual fortaleza das instituições do setor” afirma Bernado Gurbanov.

Wander Soares comenta que “Ao receber o relatório, dei uma leitura atenta em tudo que nele consta, e eu verifiquei o seguinte, a massa de ações que a Câmara desenvolveu em 2017 é impressionante. É incrível o espectro de ação em todos os lados, com todas as possibilidades e com muito sucesso. Acompanhei de perto isso aí porque sou membro do Conselho Fiscal da Câmara e pude verificar que foi um trabalho muito grande, mas coroado de completo êxito. De maneira que está de parabéns a Câmara com esse relatório, e que ele expõe exatamente qual foi o trabalho desenvolvido esse ano.”

“Ao ler o relatório de gestão da CBL do ano de 2017 fica ainda mais claro como o trabalho realizado pela entidade nesse período foi fundamental para mostrar importância da ampliação e modernização dos negócios do mercado livreiro nacional e incentivar novas estratégias de mercado. E destaco ainda as ações de aproximação e cooperação das entidades de classe e editoras e o intenso trabalho junto aos órgãos públicos para que tenhamos mais espaço e peso nas decisões que afetam diretamente o nosso setor. As iniciativas da CBL têm ajudado cada vez mais a fortalecer as editoras, abrindo novas oportunidades de negócio – sejam eles no Brasil ou em outros países – e promovendo ainda mais o incentivo à leitura, que é hoje um grande desafio para todos nós deste mercado.” finaliza Leandro Carvalho

“São ações como estas, sempre amparadas em um trabalho estratégico, de pesquisas, levantamento de dados, capacitação, comunicação e serviços, que permitiram à CBL seu fortalecimento ao longo dos anos. Observamos estes resultados com entusiasmos, mas sabemos que nosso compromisso deve ser renovado a cada dia, para os próximos anos”. Destaca o presidente da CBl, Luís Antonio Torelli.

 

 

 

 

 

 

 

Voltar
OKN Group