Notícias

Câmara Mineira do Livro elege nova diretoria

Câmara Mineira do Livro elege nova diretoria

Na tarde desta quinta-feira (18/01), a chapa encabeçada pela Gláucia Gonçalves, da Uni Duni Editora, foi escolhida para comandar a Câmara Mineira do Livro durante o biênio 2019/2020, substituindo a diretoria que tinha como presidente Rosana de Mont’Alverne Neto da Aletria. Além dela, fazem parte da equipe eleita Leida Reis da Páginas Editora, Joana Mello da Editora Voo, Maria Mazarello da Mazza Edições, Angela Barcelos da Autêntica e Magia dos Livros, Marcus Teles da Livraria Leitura, Alexandre Machado da Miguilim e a própria Rosana.

A nova diretoria substituirá a anterior, que comandou a CML em dois mandatos, de 2014 até 2019 e que, além da Rosana de Mont’Alverne,  Angela Barcelos, Maria Mazarello e Alexandre Machado, era composta por Alencar Fráguas da Livraria Quixote, Heloísa Reis da Distribuidora Clássica, Alencar Mayrink do grupo Compor e Zulmar Wernke da Vozes.

Durante a reunião, Rosana apresentou um balanço do ano de 2018 e da sua gestão, destacando as conquistas do período: o retorno do Salão do Livro Infantil e Juvenil, a criação do Festival Livro na Rua, a aproximação com o poder público, tanto municipal quanto estadual, que passou a distribuir vales de compra de livros para eventos em todo estado, a atuação relevante da CML na formulação do Plano Estadual do Livro e de Minas Gerais, a implantação de um novo site com conteúdo próprio significativo e o serviço de emissão de Declaração de Exclusividade digital e o apoio aos eventos no interior de Minas, que aumentaram em número consideravelmente.

Gláucia Gonçalves salientou que vai focar na valorização do livro e em pensar o livro como negócio, além de procurar alternativas para a sustentabilidade da CML. Esperando a colaboração de todos, ela quer que a CML possa ampliar a oferta de cursos e encontros voltados para a formação de profissionais e soluções para o mercado editorial. A vice-presidente eleita, Leida Reis lembrou a importância da colaboração entre todos, já que o verdadeiro inimigo não é o concorrente, mas sim a falta de leitores no Brasil.

A nova diretoria tomará posse dia 1ºde fevereiro.

 

Voltar
OKN Group